quarta-feira, 13 de junho de 2007

Convento de Santa Ana do Carmo de Colares (cont.)

Enquadramento Geográfico

(Foto: André Manique)

O Convento de Santa Ana do Carmo situa-se em plena serra de Sintra, entre os lugares de Gigarós e Boca da Mata, freguesia de Colares. Seguindo a estrada que liga Monserrate a Colares, pela serra, e ao chegar à povoação da Eugaria, surge-nos uma estrada de calçada à esquerda com a indicação Gigarós. Tomando-a, cerca de mil metros daqui avistamos o portão principal da quinta onde foi edificado o antigo Convento de Santa Ana do Carmo da Ordem dos Carmelitas Calçados, actualmente propriedade privada.

(Foto: Convento de Colares, André Manique)


Enquadramento Histórico

Os Carmelitas chegaram a Portugal como capelães dos militares de São João de Jerusalém, vindos da Terra Santa, onde defendiam os lugares santos.
Foi-lhes doado o convento construído pelos referidos militares em 1251, em Moura. Este convento contava, em 1421, com quarenta e dois religiosos. É a partir daqui que os Carmelitas vão irradiar para todo o Portugal e ainda para o Brasil.

(Foto: Convento de Moura, Portal de Moura)

Em 1389, D. Nuno Álvares Pereira manda construir o Convento do Carmo, em Lisboa. Para este convento vieram religiosos do Convento de Moura, solicitados e indicados pelo próprio D. Nuno. Em 1423, realiza-se o primeiro Capítulo Provincial em terras de Portugal. Elaboram-se os primeiros Estatutos, que foram aprovados por D. João I, em 1424.

(Foto: Convento do Carmo em Lisboa)

O Convento de Santa Ana de Colares será o terceiro convento da ordem carmelita fundado em Portugal, porém, o segundo convento fundado em Sintra, depois da tentativa falhada de construção de um primeiro cenóbio nos arredores da vila. Será desse primeiro cenónio que falarei a seguir.

Texto: André Manique


Etiquetas: , , ,

4 Comments:

At 19:38, Blogger AF said...

blog sobre antónio quadros - www.antonioquadros.blogspot.com

 
At 09:39, Anonymous Anónimo said...

De quem é a actual posse patrimonial do Convento? Ou seja, a quem se deve dirigir alguém interessado, de forma a poder visitar a mata intramuros do convento?

Belos artigos! Continue!
Rui Vasco Silva
http://serradesintra.blogspot.com

 
At 09:21, Anonymous Anónimo said...

O condestavel nuno alvares perreira nasceu em 1360 . Nao pode ter mandado construir o convento do carmo de Lisboa em 1347 . O convento do carmo de lisboa foi fundado em 1389 .

 
At 12:50, Blogger Lua said...

Obrigada pela correcção. De facto, e já está emendado no texto, o Convento do Carmo de Lisboa foi fundado em 1389 por D. Nuno Álvares Pereira e não em 1347.
Agredeço a chamada de atenção a este leitor anónimo.

 

Enviar um comentário

<< Home