sexta-feira, 13 de junho de 2008

Sexta-feira 13, dia de azar?

Muitas são as teorias acerca da sexta-feira 13, e o porquê deste ser considerado um dia de azar. Entre as muitas teses existentes, há uma em que eu aposto como sendo a mais verosímil de todas…


No século XIV, a Ordem dos Templários tinha alcançado um enorme poder político, social, religioso e financeiro. Perante todo este incontrolável poder, Filipe IV, Rei de França, e o Papa Clemente V, colocaram em prática uma estratégia para esmagar a Ordem dos Templários e se apoderarem de todos os seus recursos e bens.
O Papa, que devia favores ao Rei francês, enviou instruções secretas, lacradas, a serem abertas simultaneamente pelas suas forças, por toda a Europa, no dia 13 de Outubro de 1307.
Nesse dia, ao serem abertas, os destinatários tomaram conhecimento da afirmação do Pontífice de que Deus lhe falara numa visão, alertando-o de que os Templários eram culpados de heresia, blasfémia, idolatria, sodomia e, até mesmo, de feitiçaria.
Neste mesmo dia, em toda a Europa e, principalmente, em todo o território francês, os cavaleiros do Templo foram presos, torturados e mortos.

Tudo isto se terá passado numa sexta-feira, dia 13, e há quem diga que é deste acontecimento histórico que surge a crença de que todas as sextas-feiras dia 13, são dias de azar.


Para além de ser sexta-feira 13, hoje é dia 13 de Junho, dia de Santo António de Lisboa, de seu nome próprio Fernando Martins de Bulhões.
O Santo António faleceu a 13 de Junho de 1231, em Pádua, Itália. Embora não seja o oficial padroeiro da cidade de Lisboa (que é São Vicente), hoje é feriado na Capital.


Para além de dia de Santo António, comemora-se hoje o 120º aniversário do nascimento de um dos maiores poetas nacionais, Fernando António Nogueira Pessoa.

“Se depois de eu morrer, quiserem escrever a minha biografia,
Não há nada mais simples.
Tem só duas datas - a da minha nascença e a da minha morte.
Entre uma e outra todos os dias são meus.”
(Fernando Pessoa/Alberto Caeiro, “Poemas Inconjuntos”, 1913-15)

E ainda...

Hoje, assinala-se também o 50º aniversário da morte de um dos maiores actores do nosso país, Vasco Santana.

E para que ninguém seja atingido por uma onda de azar... aqui vai muita sorte para todos!


Etiquetas: , , , , , ,

1 Comments:

At 12:21, Blogger Carlos Botelho said...

Parabéns pelo seu Blog, gostei muito. Concordo com a sua versão de sexta feira 13. Parabéns.

Fiquei a conhecer também melhor a doçaria de Sintra onde e pergunto se posso utilizar conteudos seus e referenciar na www.wikilusa.com que fundei e lhe apresento? :)) Cumprimentos

 

Enviar um comentário

<< Home