domingo, 15 de abril de 2007

Efemérides de hoje...

A 15 de Abril de 1860, Elise Friedericke Hensler, cantora de ópera e futura Condessa d’Edla, apresentou-se no Real Teatro de São Carlos, interpretando a personagem de pagem na Ópera “Um Baile de Máscaras” (Un Ballo in Maschera, 1859), de Giuseppe Verdi.
Quando subiu ao palco, certamente não imaginava que o seu futuro ficaria para sempre unido ao de D. Fernando II, Rei de Portugal, com quem se casou, e também ao da Vila de Sintra.
Apesar de amada pelo monarca, Elise Hensler foi sempre marginalizada pela sociedade portuguesa. Recebeu o título de Condessa d’ Edla no dia 10 de Junho de 1869, dia do seu casamento com D. Fernando II.
Enigmática e plena de personalidade, a Condessa teve uma vida triste pois, para além de nunca ter alcançado o protagonismo que ambicionava nos palcos, nunca foi reconhecida como mulher do Rei de Portugal.
A Condessa d’Edla nasceu em La-Chaux-de-Fonds, na cordilheira suíça do Jura, e acabou por falecer em Lisboa, onde foi sepultada no cemitério dos Prazeres.

Chalet do Parque, 1903
(Foto: Portugal em Postais Antigos)



O Chalet que possuía em Sintra, no Parque da Pena, vai ser finalmente reconstruído. Este Chalet é Imóvel de Interesse Público desde 1993 e consta da lista de Património Mundial. Está há décadas em completo abandono e foi parcialmente destruído por um fogo ocorrido em 1999.


Etiquetas: , , , , ,

4 Comments:

At 14:32, Blogger pedro macieira said...

A proveitando o seu excelente e oportuno post com a referência a esta efeméride,e fazendo parte de um grupo de pessoas que pretende fazer pressão para que a Chalet da Condessa seja reconstruído, publiquei no “Rio das Maçãs” uma referência a esta data, com o seu post devidamente referenciado.
Um abraço
Pedro Macieira

 
At 22:36, Blogger Noelia said...

Boa maneira de dar duas notícias!
Uma dando a conhecer uma personagem que por aqui passou ...
Outra dando uma boa notícia, só espero que não se fique pelo papel esta decisão de recuperar o "Chalet da Condeça"
Gostei.

 
At 22:44, Blogger José Cavalheiro said...

Juro que o comentário com o nome de "noelia" foi posto por mim, José Cavalheiro.
Vou experimentar desta maneira para ver porque aconteceu tal coisa.
Desculpem.
Fiquem bem

 
At 14:56, Anonymous Anónimo said...

É bom que haja mais espaços a falar da necessidade do restauro do Chalet e mesmo da Condessa d'Edla, figura quase desconhecida até há pouco.
Quanto ao afirmar que a Condessa tenha tido uma vida triste não sei se terá sido tanto assim. A última vez que actuou no Teatro de S.Carlos foi em Março de 1861, possivelmente devido à relação que já mantinha com D.Fernando que se legalizou com o casamento em 1869 e que se manteve até à morte do Rei em 15 de Dezembro de 1885. Todos são peremptórios em afirmar que terá sido uma relação de amor.
A partir desta data, por sua vontade, um silêncio profundo caiu sobre a sua vida e oficialmente pouco se sabe do que aconteceu até à sua morte que ocorreu como é sabido só em 1929.
Talvez este Março de 1861 tenha sido, aquele a que se referia D.Fernando, quando Lhe gravou numa bracelete em ouro, com o seu alfinete de gravata, a seguinte frase: "Elise, pense toujours au 13 Mars".
emília reis

 

Enviar um comentário

<< Home